Busca

Atualize seu Navegador Nós detectamos que você esta usando uma versão obsoleta do Internet Explorer como seu navegador web.
Para entrar no site e usufruir de todos os recursos, por favor instale uma versão mais atual do IE.
Só levara alguns minutos para completar.

O site também pode ser visto usando:

O impacto da revolução 4.0 na liderança das empresas

Embora seja marcada pela tecnologia, as pessoas estão no centro da nova era

 

Você já deve ter ouvido sobre revolução industrial 4.0, não é mesmo? Mas se você ainda está em dúvida sobre o que ela é e como ela impacta o modelo de liderança de nossas empresas, continue lendo este conteúdo que nós iremos explicar tudo para você.

 

Antes de mais nada precisamos compreender de onde veio este conceito. Todos nós sabemos que de algumas décadas para cá estamos vivendo uma rápida evolução de tecnologias. Sendo assim, estudiosos identificaram que estamos passando pelo quarto processo de revolução industrial, que está e continuará mudando os nossos sistemas de produção dentro das empresas.

 

Conforme estudamos no colégio, a primeira etapa da revolução industrial foi marcada pelo surgimento da máquina à vapor. Em seguida tivemos a segunda etapa, marcada pela produção em massa e pelo advento da eletricidade. Por último, até então, tivemos a terceira etapa, na qual se intensificou a integração dos mercados por conta do aparecimento de novas tecnologias de informação. Hoje, estamos vivendo a quarta etapa da revolução (o que explica o 4.0), também conhecida como a ‘era da inteligência’. A revolução industrial 4.0 é marcada pelo avanço tecnológico – presente na inteligência artificial, nanotecnologia, automação, integração de sistemas e realidade virtual, por exemplo.

 

Todas as etapas da revolução impactaram drasticamente o modo fabril, as habilidades necessárias aos colaboradores, no cumprimento de suas funções, e o comportamento das lideranças dentro das empresas.

 

Mas como? Na realidade, o papel do líder continuou sendo o mesmo ao longo destes processos, o que mudou, e muito, foi a forma como ele se posiciona e orienta sua equipe para que os resultados sejam alcançados. Atualmente, por exemplo, o modelo de líder autoritário, intransigente e que impõe respeito ‘no grito’ está ultrapassado. Líderes 4.0 agem de maneira aberta e transparente, engajando o colaborador nos processos da empresa.

 

Apesar de ser uma era marcada pela inovação tecnológica e com o aumento da automação e da utilização de robôs para a execução de tarefas dentro das empresas, a preocupação com a figura humana nunca esteve tão em alta.  O foco desta era está voltado às pessoas, à sociedade e ao meio ambiente. Parece contraditório, não é? Mas faz muito sentido, você vai ver!

 

O modelo de liderança 4.0, como o que é aplicado na Apetit Serviços de Alimentação, está voltado para o desenvolvimento de equipes de alta performance. Nestas empresas é utilizado o modelo de liderança acessível, na qual o líder se dirige aos colaboradores de forma respeitosa e transparente, posicionando-os sobre os projetos e resultados que a empresa pretende alcançar. Este tipo de comunicação efetiva favorece a compreensão de todos, alinha a direção a seguir e contribui para que a equipe se sinta parte do todo. O engajamento da equipe gera maior comprometimento e, consequentemente, resultados. Além de diminuir custos com erros e retrabalho. Bom, não é?

 

Além disso, o líder moderno se compromete com os resultados e ao invés de somente mandar fazer, ele faz, junto com a equipe. Ele coloca a ‘mão na massa’ e se posiciona ao lado dos colaboradores para enfrentar e superar os desafios. O respeito conquistado pelo líder 4.0 está na autoridade, que ele conquista pelo exemplo dado todos os dias, e não pelo autoritarismo.

 

E na sua empresa, qual tipo de liderança é aplicado?

 

Se você quiser saber mais sobre o modelo de liderança adotado pela Apetit entre em contato conosco e faça-nos uma visita.