Busca

Atualize seu Navegador Nós detectamos que você esta usando uma versão obsoleta do Internet Explorer como seu navegador web.
Para entrar no site e usufruir de todos os recursos, por favor instale uma versão mais atual do IE.
Só levara alguns minutos para completar.

O site também pode ser visto usando:

Alimentos que previnem o câncer de próstata

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) estima que, até o final de 2018, aproximadamente 68.220 pessoas sejam atingidas pelo câncer de próstata no Brasil.  A população mais afetada possui faixa etária acima de 65 anos e representa 75% dos casos registrados, mas homens de todas as idades podem desenvolver o tumor.

 

Diversos fatores podem contribuir para o aparecimento da doença, desde pré-disposições genéticas até o contato frequente com substâncias químicas ou radioativas. O INCA, porém, aponta a má alimentação como uma das maiores responsáveis pela incidência de cânceres no país e indica que até 20% dos casos podem ser evitados com a correta ingestão de nutrientes.

 

Determinados alimentos possuem propriedades benéficas para a saúde masculina e auxiliam na prevenção do câncer de próstata. Segue abaixo alguns poderosos aliados no combate de células cancerígenas e no adequado funcionamento do organismo.

 

Tomate

 Conhecido como “amigo da próstata”, este alimento é rico em licopeno, substância com poder antioxidante que protege a glândula masculina e inibe a multiplicação descontrolada de células cancerígenas que dão origem ao tumor. Além disso, o licopeno também atua na diminuição do colesterol ruim e previne doenças como o infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

O corpo humano, porém, só consegue absorver esse nutriente quando o alimento for cozido ou passar por um processo de aquecimento. Desta maneira, sopas e molhos de tomate, por exemplo, possuem maior concentração de licopeno do que a encontrada no fruto fresco. 

 

Cebola

 Um dos ingredientes mais populares no dia a dia do brasileiro, a cebola é uma importante fonte de antioxidantes naturais que previnem o envelhecimento precoce e inibem o crescimento de tumores. Muito versátil na gastronomia, pode ser usada como tempero ou consumida crua mantendo, em ambos os casos, suas particularidades benéficas. 

A cebola é indicada para o controle da hipertensão e prevenção de gripes e resfriados. Sintomas de asma, amigdalite e alergias também podem ser amenizados com o consumo regular deste alimento.

 

Castanha-do-Pará

 Oleaginosas como castanhas, nozes, amêndoas, avelãs e amendoins possuem grande quantidade de selênio, mineral que ajuda na renovação das células e impede que o câncer se reproduza no organismo.

Tipicamente brasileira, a castanha-do-Pará é uma das melhores oleaginosas para a saúde por também possuir um alto teor de magnésio e ácidos graxos que impactam diretamente no humor, diminuindo a ansiedade e o estresse. Também é muito indicada para quem quer perder peso, pois dá a sensação de saciedade e equilibra a tireoide, além de reduzir inflamações e prevenir diabete e obesidade.

 

Brócolis

 Fonte de luteína e sulforafano, o brócolis possui compostos que neutralizam os radicais livres que podem causar danos às células do corpo e resultar no desenvolvimento de alguns tipos de canceres. Os fitoquímicos deste alimento produzem enzimas que anulam agentes cancerígenos antes que eles danifiquem estruturas celulares.

Este vegetal também é rico em ácido fólico, substância que evita a mutação indesejada durante a produção de DNA e RNA genéticos e estimula a renovação de células da próstata. Como todo vegetal crucífero, também auxilia na desintoxicação do organismo e possui vitaminas que fortalecem o sistema imunológico.

 

Melancia

 Outra valiosa fonte de licopeno, a melancia previne o câncer no sistema endócrino e protege contra infecções bacterianas. A fruta também apresenta quantidades significativas de betacaroteno e vitamina C, o que proporciona uma ação antioxidante mais eficaz no combate de tumores malignos.

O óxido nítrico, gerado após a ingestão da melancia, também é eficiente contra a disfunção erétil, pois relaxa a musculatura dos vasos sanguíneos e aumenta o aporte de sangue para o órgão reprodutor masculino. 

 

Segundo dados do INCA, uma dieta equilibrada e a redução de alimentos ultraprocessados podem prevenir anualmente de 3 a 4 milhões de novos casos de câncer no mundo.

A ingestão de bons nutrientes, aliada com a prática regular de exercícios físicos, pouparia uma a cada cinco pessoas de desenvolver a doença. Em números mais específicos, para cada 100 indivíduos com câncer, 22 poderiam estar livres deste mal se adotassem hábitos de vida mais saudáveis.

 

 

Confira algumas receitas para introduzir em sua dieta os alimentos citados:

Sopa de Tomate com manjericão

 

Coquetel Detox de Melancia

 

Sopa de Cebola  

 

Leia Também: Apetit apoia campanha de doação para Hospital do Câncer de Londrina